A Nestlé vai investir R$ 20 milhões ao longo de 2023 para ajudar produtores brasileiros a terem uma cadeia de cacau mais sustentável. A aplicação dos recursos já começou, desde o fim do ano passado, e ele é voltado para estimular técnicas e soluções que aumentem a produtividade.
Mariana Marcussi, head de Marketing de chocolates na Nestlé Brasil, explica que a empresa tem 3.500 fazendas certificadas e que a maior parte do valor do investimento vai ser direcionado a ferramentas tecnológicas, de análise de produção e diagnóstico para entender a realidade dos produtores. Há também espaço para aumentar o número de parceiros.

No Brasil existem mais de 90 mil produtores de cacau concentrados na Bahia e no Pará. A Nestlé compra 40 mil toneladas de amêndoa de cacau por ano.

"Como somos o maior comprador de cacau do país, temos a responsabilidade de mudar o setor. Todo o processo tem uma cadeia muito longa e precisamos chegar mais rápido ao produtor. Temos assistência técnica, por exemplo, para aqueles produtores descapitalizados. Junto com os nossos intermediários, queremos recrutar mais fazendas", afirma Mariana Marcussi.

Nenhum comentário:

Postar um comentário